Saturday, June 16, 2018

NA PRIMEIRA PESSOA - Prefácio

 





NA PRIMEIRA PESSOA

Parte 1
Um auto retrato surpreendentemente sincero do Presidente da Rússia, Vladimir Putin
com Nataliya Gevorkyan, Natalya Timakova, e Andrei Kolesnikov
Traduzido em inglês por Catherine A. Fitzpatrick

Copyright © 2000 by Nataliya Gevorkyan, Natalya Timakova, e Andrei Kolesnikov
Publicado nos Estados Unidos da América



CONTEÚDO

Parte Um: O Filho 
Parte Dois: O Estudante  
Parte Três: O Universitário 
Parte Quatro: O Jovem especialista  
Parte Cinco: O Espia   
Parte Seis: O Democrata  
Parte Sete: O Burocrata   1  
Parte Oito: O Homem de Família       
Parte Nove: O Político      
Apêndice: A Rússia na Viragem do Milénio    209  
Fotografias   
PREFÁCIO
Falámos com Vladimir Putin em seis ocasiões diferentes, mas durante quatro horas, de cada vez. Quer ele, quer nós, fomos muito pacientes e tolerantes; ele, quando fazíamos perguntas incómodas ou demasiado invasivas; nós, quando ele chegava tarde ou nos pedia para desligarmos o gravador. “Este assunto é muito pessoal”, dizia.
Eram encontros informais, embora todos ainda usássemos gravatas. Aconteciam, habitualmente tarde, durante a noite. E só fomos uma vez, ao seu gabinete no Kremlin.
Porque o fizemos? De facto, queríamos responder a mesma pergunta que Trudy Rubin, do Philadelphia Inquirer fez em Davos, em Janeiro: “Quem é Putin?” A pergunta de Rubin foi dirigida a um conjunto de políticos notáveis e homens de negócios russos. E em vez de uma resposta, houve uma pausa.
Sentimos que a pausa foi demasiado longa. E era uma pergunta plausível. Quem era esse Snr. Putin?
Falámos com Putin sobre a sua vida. Conversamos como muias pessoas fazem, na Rússia, sentados à mesa de jantar. Por vezes, ele chegava exausto, com as pálpebras caídas, mas nunca interrompeu a conversa. Só uma vez, quando já tinha passado bastante da meia-noite, perguntou educadamente: “Então, esgotaram as perguntas ou vamos conversar um pouco mais?” Por vezes Putin fazia uma pausa para pensar sobre uma pergunta, mas acabava sempre por responder. Por exemplo, quando lhe perguntámos se nunca tinha sido traído, ficou em silêncio, duante bastante tempo. Finalmente, disse “não”, mas depois acrescentou, à laia de esclarecimento, “Os meus amigos nunca me traíram.”
Procurámos os amigos de Putin, pessoas que o conheciam bem ou que tinham desempenhado um papel importante no seu destino. Fomos à sua dacha, onde encontrámos um grupo de mulheres: a sua esposa, Lyudmila, as duas filhas – Masha e Katya – e um poodle com um aspecto de cachorro de brinquedo, chamado Toska.
Não adicionamos uma única linha editorial ao livro. El apresenta somente perguntas. E se essaas perguntas levaram Putin ou os seus familiares a recordar ou aa ponderar, tentámos não interromper. Por este motivo é que o formato do livro é um pouco invulgar – consiste inteiramente em entrevistas e monólogos.
Todas as nossas conversas estão registadas nestas páginas. Podem não responder à pergunta complexa de “Quem é este Snr. Putin?” mas, pelo menos, aproximar-nos-ão um pouco mais da percepção do novo presidente da Rússia.
NATALIYA GEVORKYAN NATALYA TIMAKOVA ANDREI KOLESNIKOV

AS PERSONAGENS PRINCIPAIS EM “ NA PRIMEIRA PESSOA”
Pessoas
Vadim Viktorovich Bakatin: Ministro do Interior da URSS (1988-90); presidente da KGB (1991); candidato presidencial.
Boris Abramovich Berezovsky: proeminente empresário influente em assuntos políticos; co-proprietário da ORT, estação de televisão pública pró-governo; antigo Vice Secretário do Conselho de Segurança, de Outubro de 1996 a Novembro de 1997; envolvido no conflito checheno; nomeado Secretário Executivo da Comunidade de Estados Independentes (CEI); demitido por Yeltsin em Março de 1999, eleito membro do parlamento de Karachaevo-Cherkessia, em Dezembro de 1999.
Pavel Pavlovich Borodin: Chefe de gabinete na administração presidencial de 1993 a 2000; em Janeiro de 2000, nomeado Secretário de Estado da União da Bielorrússia e da Rússia.
Leonid Ilyich Brezhnev: Secretário Geral do Partido Comunista da União Soviética de 1964-1982.
Anatoly Borisovich Chubais: Vice Primeiro Ministro no governo de Chernomyrdin (1992) e governo (1994); membro nomeado da comissão governamental encarregada da privatização e do ajuste estrutural em 1993; nomeado primeiro Vice Presidente do governo em 1994 e demitido por Yeltsin em Janeiro de 1996; nomeado por Yeltsin para cargo de Chefe da Administração Presidencial em Julho de 1996; Ministro das Finanças, de Março a Novembro de 1997.
Vladimir Churov: Vice-Presidente da Comissão de Relações Estrangeiras da Prefeitura de São Petersburgo, na administração de Sobchak.
Michael Frolov: Coronel aposentado, instrutor de Putin no Andropov Red Banner Institute.
Vera Dmitrievna Gurevich: Professora de Putin do 4º ao 8º ano da Escola Nº 193, em São Petersburgo.
Sergei Borisovich Ivanov: Oficial de carreira dos Serviços Secretos Estrangeiros, com patente de tenente general; nomeado Vice Diretor do FSB em Agosto de 1998; nomeado Secretário do Conselho de Segurança em Novembro de 1999.
Katya: A filha mais nova de Putin.
Vladimir Aleksandrovich Kryuchkov: Presidente da KGB Soviética (1988-91) até ser preso pelo golpe de Agosto de 1991; amnistiado em Fevereiro de 1994.
Yuri Luzhkov: Prefeito de Moscovo.
Masha:  A filha mais velha de Putin.
Yevgeny Maksimovich Primakov: Colunista do Pravda e ex Director do Instituto de Estudos Orientais da URSS e do Instituto de Economia Mundial e Relações Internacionais, primeiro Vice Presidente do KGB (1991), Director do Serviço Central de Inteligência Soviética (1991) e Director do Serviço de Inteligência Estrangeira da Rússia (1991-1996); nomeado Ministro dos Negócios Estrangeiros em Janeiro de 1996 e novamente em 1998; nomeado por decreto de Yeltsin para o cargo de Presidente do Governo (Primeiro Ministro) em Setembro de 1998 e demitido por Yeltsin dessa posição em Maio de 1999; eleito para a Duma do Estado (Parlamento) pela lista partidária da Pátria-Toda a Rússia, em Dezembro de 1999.
Lyudmila Putina: esposa de Vladimir Putin (apelidos encontrados no texto: Luda, Ludik).
Sergei Roldugin: Violoncelista líder da Orquestra Sinfónica do Teatro Mariinsky, amigo dos Putins, e padrinho da filha mais velha de Putin, Masha.
Eduard Amvrosievich Shevardnadze: Ministro dos Negócios Estrangeiros soviético (1985-91) que renunciou em protesto ao golpe iminente; co-Presidente do Movimento de Reforma Democrática (1991-92); Chefe de Estado e Presidente do Parlamento da Geórgia.
Anatoly Aleksandrovich Sobchak: Prefeito e Presidente do governo de São Petersburgo (Leningrado) de 1991 a 1996; co-presidente do Movimento de Reforma Democrática (1991-92); membro do Conselho Presidencial Russo desde 1992; morreu em Fevereiro de 2000. Sua esposa é Lyudmila Borisnova.
Oleg Nikolayevich Soskovets: Nomeado Primeiro Vice Presidente do Governo em 1993 (Vice Primeiro Ministro) responsável por 14 ministérios, incluindo energia e transporte; designado para lidar com o conflito checheno em 1994; juntou-se à equipa de campanha presidencial de Yeltsin em 1996, mas demitiu-se em Março da campanha e, em Junho, foi destituído de seu posto como Primeiro Vice Primeiro Ministro. Yuri Skuratov: Ex-Procurador Geral, suspenso depois que um jornal publicou uma fotografia dele em uma sauna a vapor com duas prostitutas.
Vladimir Anatolyevich Yakovlev: Primeiro Vice Prefeito de São Petersburgo de 1993-1996; eleito Governador de São Petersburgo em 1996.
Marina Yentaltseva: Secretária de Putin no Conselho Municipal de São Petersburgo (1991-96).
Valentin Yumashev: Chefe do pessoal da administração Yeltsin
Abreviaturas / Termos
FRG República Federal da Alemanha
FSB Serviço de Segurança Federal 
FSK Serviço Federal de Contra-Inteligência
FSO Serviço de Guarda Federal
RDA República Democrática Alemã (Alemanha Oriental)
KGB Comissão para a Segurança do Estado (era soviética)
Komsomol Liga da Juventude Comunista
Kukly Puppets, um programa satírico da TV
MVD Ministério de Assuntos Internos ou Ministério do Interior
NATO/OTAN Organização do Tratado do Atlântico Norte
NKVD Comissariado do Povo para Assuntos Internos, ou a polícia secreta da era Stalin
OSCE Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, órgão de segurança e direitos humanos composto por 54 membros, fundado em 1975.
Pioneiros Organização de crianças da era soviética
SED Partido Comunista Alemão Oriental

“De facto, tive uma vida muito simples. É tudo um livro aberto. Acabei a escola e fui para a universidade. Licenciei-me na Universidade e fui para o KGB. Terminei o meu trabalho no KGB e regressei à Universidade. Depois da Universidade, fui trabalhar para Sobchak.
De Sobchak, para Moscovo e para o Departamento Geral. Depois para a Administração Presidencial. Daí, para o FSB. Depois fui nomeado Primeiro Ministro. Agora cumpro as funções de Presidente. É tudo!”
Mas, é claro que existem mais detalhes?”
“Sim, existem. ...”
A seguir:
PARTE 1 
Putin fala sobre os seus pais, abordando as missões de sabotagem do seu pai, na Segunda Guerra Mundial, o Cerco de Leningrado e a vida num apartamento comunal depois da guerra. Não é fácil - sem água quente, sem casa de banho, um wc fedorento e brigas constantes. Putin passa muito tempo perseguindo ratos com um pau, na escadaria do prédio.


Tradutora: Maria Luísa de Vasconcellos

No comments:

Post a Comment

PUTIN

Google+ Badge

Follow by Email

Followers